Quem Sou...

Nasci em 1981 na cidade do Porto e como diz a minha mãe, com os olhos arregalados a querer ver tudo à minha volta.

Era uma criança muito extrovertida, que fazia contatos e amizades muito facilmente.

Desde muito nova me questionava sobre o sofrimento humano e as diferenças abismais que existiam entre as condições e percursos de vida das pessoas e das culturas do mundo. Tudo isso me tocava profundamente e deixavam-me horas a meditar sobre o assunto. Acreditava muito em Deus e em todas as figuras relacionadas, santos, anjos, etc, que me mostravam na altura. Sentia uma ligação muito grande, mas precisava de encontrar um sentido para a vida e para todo o sofrimento que via, que me perturbava, e que nenhuma crença ou teoria me conseguia explicar.

Com 11 anos a minha mãe fala-me sobre reencarnação e a história de um livro que estava a ler. Aquilo fez-me um sentido incrível e achei que tinha encontrado resposta para as minhas dúvidas. Com 13 anos leio um livro que me marcou profundamente “O Poder da Paciência” de Dalai Lama. Com ele consegui perceber que as situações e pessoas que pareciam “más” podem ser verdadeiros mestres e como nos podem ajudar a evoluir espiritualmente.

Com o passar do tempo, e sem saber ainda muito bem o que queria fazer na vida e o que vinha trazer à sociedade, entrei na Faculdade de Engenharia aos 18 anos. Acabei o curso e trabalhei na área, mas uma experiência única e kármica viria a marcar-me até à alma. Embarco numa missão de voluntariado para Angola, onde encontro um cenário pós-guerra. Aí trabalhei em  hospitais e com crianças de rua.

Quando regresso, parece que me tinham feito uma alteração completa ao meu DNA, reencontrei-me de uma forma como nunca me tinha reconhecido.

Desisto de Engenharia e inscrevo-me num Curso de Enfermagem, onde estive durante quatro anos. Entre estes espaços de tempo fui realizando cursos de auto-conhecimento e de espiritualidade, sempre em busca de me conhecer, de me aprofundar, e de dar um sentido à vida e à vida do Homem aqui na Terra.

Fui mãe, e o aprofundamento de mim mesma continuou com esta experiência que tanto nos põe à prova e nos faz experimentar emoções nunca antes sentidas.

À medida que ía conhecendo o meu processo de vida e que iluminava a minha sombra, que ía aprendendo técnicas e ferramentas, fui aplicando nas pessoas à minha volta. Sentia uma dinâmica com estas experiências que me fazia todo o sentido e me realizava imenso. Um dia alguém me disse, “Tu não és enfermeira do corpo, és enfermeira da Alma”. Um novo caminho se abria e fiz a escolha de o seguir. Como aprendi no Xamanismo, a aranha é a tecedeira da vida, ligada à criação e criatividade. Podemos não escolher, aqui nesta vida, o fio com que tecemos, mas podemos escolher a forma como vamos tecer a nossa teia, a nossa vida. Somos os únicos criadores e autores da nossa história e há uma infinidade de caminhos que nos levam à nossa Alma!

A Minha Formação...

  • Licenciatura em Engenharia Civil na FEUP (1999-2005)

  • Curso de Reiki Nível I com Maria José Martins (2004)

  • Curso de Formação Profissional de Shiatsu Nível I no IPN do Porto (2006/2007)

  • Curso “Como se conectar com o céu sem deixar de andar por aqui” (Nível I, II, III e IV) com Alexandra Solnado (2006)

  • Curso de Terapeuta Espiritual no projeto Alexandra Solnado- Módulos: Astrologia Kármica com Michelle Fannon e Curso de Limpeza Avançada com Alexandra Solnado (2006-2007)

  • Licenciatura em Enfermagem na ESEP (2007-2011)

  • Curso de Formação “Lideres Fortes, Equipas Fortes” com Cláudia Telles de Freitas (2012)

  • Curso de Formação “Comunicação: Humana ou Desumana?” com Cláudia Telles de Freitas (2012)

  • Workshop Formativo de Xamanismo Guarani com Cláudia Félix Rodrigues (2013)

  • Curso de Astrologia Evolutiva com José Augusto e Alexandra Solnado (2014)

  • Curso Profissional de Tarot -Arcanos Maiores e Arcanos Menores - com Miguel Oliveira (2013-2014)

  • Curso de Tarot Nível I com Denis Viatico (2014)

  • Curso de Tarot Terapêutico - Módulo Teórico I Arcanos Maiores- com Veet Pramad (2014)

  • Participação em Retiros Xamânicos e Jornadas Xamânicas (2014)

  • Curso de Reiki Essencial Nível I e Nivel II com Branca Amorim (2015)

  • Curso de Terapeuta Xamã no Brasil com Xamã Anna Xara (2015)

  • Curso de Formação “Lideres Caravela” com Cláudia Telles de Freitas (2015)

  • Curso de Cura Estelar de Orion Nível I e Nível II com Kyra Abreu (2016)

  • Formação da Chama de Proteção Psíquica do Arcanjo Miguel com Carla Moita (2016)

  • Curso de Angeologia com Kris Costa Afonso (2016)

  • Workshop Dança Renascimento com Lila Vestury (2016)

  • Workshop de Tambores Xamânicos com Anna Luiza (2017)

  • Ritual do Útero – 13º Ritual Munay Ki com Márcia Bizarro (2017)

  • Ritual da Celebração da Menarca com Márcia Bizarro (2017)

  • Curso de Reiki Essencial Nivel III com Branca Amorim (2018)

  • Curso de Constelações Familiares Xamânicas com Joelma Duarte (2018)

 
 

Consultas

A Astrologia é uma ferramenta de autoconhecimento, que se baseia na leitura do mapa astral. Pode-se dizer que o mapa astral é uma “fotografia” do céu no momento exato em que nascemos, sendo calculado através da data, hora e local de nascimento da pessoa. A construção do mapa traz dentro de si uma metodologia matemática, o que lhe confere um caráter científico.

É composto por planetas, signos e casas astrológicas e que formam uma linguagem onde podemos ler informação sobre nós e a nossa relação com o mundo.

O primeiro horóscopo pessoal conhecido foi desenhado em 410 a.c. ,Platão escreveu  sobre Astrologia no ano de 365 a.c..

Desde cedo temos um contato com a Astrologia, pois ensinaram-nos que temos um signo e é habitual questionarmo-nos uns aos outros sobre qual o nosso signo. No entanto, o que habitualmente designamos por “signo”, é apenas uma espuma superficial de um indivíduo, corresponde apenas às características de um planeta do nosso mapa, no seio de tantos outros e de toda a dinâmica entre eles.

Existem várias abordagens na Astrologia, a Astrologia Kármica permite-nos fazer uma leitura em que temos acesso aos padrões que acumulamos em várias encarnações e que carregamos connosco. Permite-nos ler os nossos medos, inseguranças, a nossa ferida e também os nossos dons e potenciais. Tudo isto é instintivamente ativado nos nossos comportamentos diários e responsáveis por atrairmos uma série de situações e pessoas para as nossas vidas.

Esta leitura é uma luz para o entendimento de nós mesmos e do nosso percurso de vida, é um convite à história da nossa evolução.

Astrologia Kármica
Terapia dos Anjos

A consulta da Terapia dos Anjos é uma consulta onde a pessoa pode usufruir de um verdadeiro SPA dos anjos. É feita a conexão com os reinos angelicais, são utilizados os símbolos angélicos e elixires e óleos angelicais. A terapeuta é apenas um canal através do qual os anjos exercem o seu trabalho na pessoa. Estes trabalham de forma muito subtil e com energia de puro amor atuando nas questões e arquétipos que a pessoa mais necessita de trabalhar no momento. É utilizado também o Oráculo da Terapia dos Anjos, através do qual os anjos comunicam e orientam no momento atual de vida.

Venha apenas de coração aberto e deixe-se ir nesta viagem angelical, entregando-se nas asas destes maravilhosos seres que estão permanentemente ao nosso serviço.

Reiki

O Reiki é uma terapia desenvolvida por um monge japonês, Mikao Usui, no século XIX. Esta terapia permite a canalização da energia da força vital universal através das mãos, para restabelecer o equilíbrio da pessoa. A mobilização desta energia ativa processos de auto-cura do organismo permitindo a purificação e harmonização dos chakras deixando-os alinhados e a funcionarem de forma saudável e equilibrada. É útil no alívio de alguns sintomas físicos, na redução da ansiedade e do stress, medos e inseguranças, ajudando também na compreensão da sua origem contribuindo para a eliminação dos mesmos. O Reiki auxilia na mudança de consciência de quem somos, da forma como olhamos para o nosso corpo, para as nossas emoções e para o nosso espírito, tornando-nos sensíveis à forma como estes nos falam e tomando uma compreensão maior para os movimentos que acontecem à nossa volta e na nossa vida.

O Tarot é um óraculo constituído por um conjunto de cartas, 22 arcanos maiores que representam experiências humanas universais e arquetípicas e 56 arcanos menores que são desdobramentos dessas experiências a um nível mais prático da vida humana.

O Tarot é uma conversa com o inconsciente da pessoa, é um oráculo que reflete a energia e o estado de espírito num determinado momento. Não intenciona fazer adivinhação, mas na leitura pode-se ter uma visão mais ampla e compreender melhor os acontecimentos que nos rodeiam. Permite fazer escolhas com mais consciência e a compreender melhor as situações de vida no momento

Tarot
 

Cursos

Astrologia Kármica

Este curso será uma jornada através da linguagem e essência dos astros. Perceber e sentir como atuam na nossa vida e nos movimentos do coletivo.

Através de teoria, dinâmicas vivenciais e meditações, irá entrar numa auto-descoberta profunda que ultrapassa as barreiras do tempo e do espaço.

Faremos um lindo processo pessoal onde ficará capacitado para a interpretação de um mapa astral e conviver intimamente com esta linguagem milenar.

Não necessita ter qualquer conhecimento prévio de Astrologia.

Limpeza Espiritual [Nível I e II]

Neste Curso são transmitidas diversas técnicas de harmonização energética, para aplicar em nós (auto-limpeza), nas outras pessoas e em espaços. São feitos exercícios práticos, individuais, em pares e em grupo, limpando energeticamente pessoas e espaços através de técnicas de meditação.
Permanecermos limpos energeticamente na sociedade em que vivemos não é fácil, mas é possível. Faz parte do nosso processo de evolução limparmo-nos das nossas densidades energéticas e do meio ambiente.
Há dois tipos de densidade energética, a nossa própria densidade, que é a nossa densidade emocional que trazemos de vidas passadas e da vida atual e a densidade dos homens e da Terra, provocada pelo materialismo, ego e sistema de crenças. Esta densidade está disponível aqui na Terra e nós atraímo-la só pelo facto de cá vivermos.
A limpeza destas densidades ajudam-nos a subir a frequência energética e contribuem para a nossa evolução e ascensão.

 

 

Arte Xamânica

 

TAMBOR XAMÂNICO

O Tambor remonta à primeira Idade do Gelo. O homem começou a perceber que a pele dos animais que caçava para se alimentar, esticada num tronco oco de diferentes tamanhos, produzia sons variados. Aproveitavam assim as suas peles, confecionando o Tambor, como gratidão e honra ao animal e usavam-nos nas suas cerimónias e rituais. Começaram a perceber que o som das batidas dos Tambores criavam um ritmo comum, que parecia emanar da Terra. O Tambor conecta o coração da pessoa que está a realizar uma jornada xamânica com a batida do coração da Mãe-Terra, garantindo uma forma segura de voltar ao corpo físico.

Este som dá à pessoa a impressão do primeiro som que qualquer ser humano ouve, o som do útero materno, que é um duplo batimento cardíaco, o coração do filho e o coração da mãe e mostram a ligação do ser humano à Mãe-Terra.

O som do tambor facilita a conexão da pessoa ao seu mundo interior e a conexão com todos os ritmos do seu organismo, assim como possibilita a conexão com os vários pontos do Universo e com os ritmos cósmicos e planetários. É o instrumento que faz a comunicação entre o Céu e a Terra. O Tambor dá-nos acesso à nossa força vital!

É usado no xamanismo em cerimónias, danças, cânticos, diversos tipos de cura, o resgate de uma alma perdida, viajar para outras dimensões do ser procurando visões e conhecimento, o encontro com o Animal de Poder, Aliados Espirituais ou simplesmente para celebrar e agradecer. Cada Tambor tem o seu próprio som que é único. Ouvi-lo é mágico, construí-lo é transcendente!

FILTRO DE SONHOS

O Filtro de Sonhos ou Caça Sonhos é um amuleto da cultura indígena norte americana e que tem o poder de purificar as energias, separando os sonhos positivos dos sonhos negativos.

O Filtro de Sonhos consiste num círculo ao qual estão amarrados vários fios, formando uma teia de aranha com uma abertura circular no centro. São colocadas penas de ave, assim como outros adereços, debaixo da teia. As penas simbolizam a respiração e o elemento Ar, essencial para a vida.

Os índios acreditavam que durante a noite o ar se enchia de sonhos e energias boas e más, sendo que o Filtro de Sonhos, separava estas energias.

Os sonhos ou energias positivas tinham capacidade de passar pelo circulo formado no centro da teia, enquanto que os sonhos e energias negativas ficavam presas nos fios da teia.

Eles colocavam o filtro num local que recebesse luz solar, pois todas as energias negativas que ficavam na teia, ao receberem os raios de sol logo de manhã, desapareciam.

No Xamanismo, a aranha é a Avó e a Criadora do Universo. Ela cria novas energias dentro da existência. A aranha ajuda-nos a compreender melhor a “teia da vida”, estimula a criatividade e a imaginação. Inspira a visão e o poder para trazer os nossos sonhos até à realidade. Para rompermos com as armadilhas que nós próprios criamos, sejam emocionais ou espirituais, para rompermos a teia da ilusão e construirmos novos sonhos, para tecermos a nossa própria vida.

BOLSAS DE TALISMÃ

A Bolsa de Talismã é uma bolsa construída para guardar no seu interior objetos de proteção ou com os quais a pessoa sinta uma ligação especial.

As Tribos dos índios norte-americanos acreditavam por exemplo que um dente de Alce traria abundância, o pelo e garra de urso ajudava a manter o cavalo do guerreiro em boa forma, um pano azul significava boa sorte. Podiam encontrar-se nestas Bolsas objetos como, sementes, tabaco, bolota de seiva ressecada do tronco do pinheiro, crina de cavalo, um cristal de quartzo, uma cauda de lontra, um colar especial de contas ou outro objeto que representasse algo especial para a pessoa.

As Bolsas de Talismã podiam ser usadas em diversas situações, havia a Bolsa de Cura Pessoal, Bolsas Tribais, Bolsas dos Guerreiros, Bolsas da Dança do Sol, Bolsas do Parto, Bolsas da Caça, Bolsas dos Sonhos e Bolsas da Visão. Estas bolsas podiam ser confecionadas pela própria pessoa ou por um Xamã. Muitas vezes a Bolsa de Talismã era repassada a alguém de família antes da morte da pessoa ou entregues a um membro respeitável da Tribo.

Cada Bolsa possui um objetivo específico e deve-se respeitar o sentido natural da mesma.

Não se devia revelar a nenhuma outra pessoa todos os objetos da bolsa pessoal, pois se alguém estivesse tentado a prejudica-la, poderia atingi-la através do conhecimento da sua vibração pessoal, que se reflete naqueles objetos. O roubo de uma bolsa de talismã era punido com pena de morte.

Havia uma época em que as bolsas precisavam da sua própria tenda e eram colocadas no acampamento como proteção para a Tribo.

Para produzir a Bolsa de Talismã deve-se pedir ajuda aos Guias para darem orientação através de visões sou sonhos sobre o que deve ser colocado lá dentro.

As bolsas podem ser usadas e transportadas pela própria pessoa. Pode-se invocar a Bolsa sempre que é necessário força e coragem durante as atividades diárias. As bolsas recordam também à pessoa os dons e habilidades do seu Animal de Poder que o ajudarão a caminhar na vida com equilíbrio.

TROUXINHA DE ORAÇÕES

As Trouxinhas de Orações têm origem na tradição dos índios da América do Norte.

Cada trouxinha contém um pouco de tabaco. O tabaco é uma planta sagrada para os índios. Eles usam esta planta para se comunicarem com o mundo espiritual. Acreditam que quando queimado, o seu fumo conduz as orações até ao Grande Espírito.

Cada cor está associada a um ponto cardeal, a um Animal de Poder e a um atributo espiritual.

VERMELHO – Norte – Búfalo – Luta, Coragem

BRANCO – Sul – Cervo – Nascimento, Inocência

AMARELO – Leste – Águia – Luz, Visão

PRETO – Oeste – Urso – Cura, Contato com os Medos

AZUL – Acima – O Céu, Espíritos, Seres Invisíveis

VERDE – Abaixo – A Terra, Reino das Plantas

CASTANHO – Dentro – As diversas raças do mundo

Cada trouxinha contém uma prece especial. São preces que incluem Saúde, Felicidade e Harmonia.

Este objeto é um presente para entrar em contato com a Mãe Natureza.

COLARES XAMÂNICOS

O Colar Xamânico é um colar feito com sementes de açaí oriundas da Amazónia no Brasil. Esta semente dá origem a um fruto de cor e sabor muito intenso e de grandes propriedades nutritivas.

É um colar de disciplina espiritual, em cada conta se reproduz uma oração ou um mantra. Pode também ser usado como amuleto de proteção.

Meditações, Celebrações e Rituais

A Lua Cheia é um período que convida à reflexão, Sol e Lua estão em oposição e a luz refletida da Lua está no seu ponto máximo. Neste período a mente parece estar mais sintonizada com as visões e insights, permitindo que as mensagens do inconsciente sejam mais facilmente trazidas à superfície. Esta energia que a Lua emana facilita processos de libertação emocional e de memórias passadas, permitindo um trabalho de transmutação das mesmas e a sua cura.

Desde tempos remotos que os povos indígenas detinham este conhecimento dos ciclos da lua e influência nas suas vidas e na natureza. Na Lua Cheia era comum reunirem-se à volta do fogo para entrarem em conexão com o seu inconsciente e para se purificarem de tudo o que já não lhes servia mais.

Através da meditação, vivências, partilhas, sons da terra com tambor, maracas entre outros, canto e dança realizamos mensalmente este encontro. Celebramos, agradecemos e honramos a força da Lua, a nós mesmos, ao nosso percurso de vida, à Mãe-Terra, à Vida!

Celebração da Lua Cheia
Círculo da Lua Nova do Sagrado Feminino

Lua Nova, tempo de renovação de ciclo, tempo de iniciar, o culminar do vazio, onde tudo começa, onde a semente de amor pode ser lançada para germinarem novos frutos de tudo o que temos capacidade de criar na nossa vida.

Neste círculo é despertado o Sagrado Feminino que existe em cada uma. A Mulher, a Sacerdotisa que está enraizada no mais fundo, é despertada. Ela é sábia, tem as respostas e todo o conhecimento para a escolha do caminho, para cada passo que é necessário dar.

Os valores do feminino são reconhecidos, valorizados e honrados.

É um trabalho de autoconhecimento do corpo, das emoções, da mente e do espírito.

Este trabalho desenvolve-se através de partilhas, dinâmicas, meditações, sons do tambor, maracas, canto e dança.

Unidas e ativando a nossa natureza de recetividade, nós mulheres, poderemos fortalecer-nos e resgatar os nossos poderes, estando plenas e centradas para assumirmos os nossos papéis, os nossos lugares enquanto mulheres, mães, filhas, irmãs, esposas, amigas e tantos outros que fazem parte da nossa história nesta caminhada pela Mãe Terra.

Resgate do Animal de Poder

Os animais guardam segredos ocultos. Deles podem extrair-se lições de vida que podem ser aplicadas para trazer crescimento espiritual e harmonia à nossa vida.

Estes ensinamentos foram passados ao longo de gerações pelas tribos índias Norte-Americanas.

Quando invocamos um animal de poder, estamos a pedir para ser feita uma sintonização com a força da essência desse animal.

Cada ser humano possui um ou mais animais de poder ou Totem. Este animal ou animais, possuem caraterísticas idênticas à da pessoa e a lição de vida do animal relaciona-se com a missão de vida daquela pessoa.

O resgate do animal de poder é feito através de meditação ao som do tambor xamânico, onde cada um entrará em contato com o seu animal de poder.

Considero uma ferramenta de auto-conhecimento muito rica e poderosa e ficamos extremamente fortalecidos, guiados e protegidos quando nos conectamos com os nossos animais de poder.

O Eu Superior é a nossa Alma, é a nossa metade cósmica que fica “lá em cima”, enquanto o Espírito encarna e vem para a experiência aqui na Terra.

Eles têm em comum um projeto de vida que planearam para que conseguissem limpar o maior número de karmas possível.

E quem sabe o que foi planeado?

Quando o espírito encarna, vem para a dimensão material, onde é educado e orientado segundo as regras do materialismo, regras e princípios sociais e onde lhe transmitem a ideia de um Deus castigador, vivendo cada vez mais numa frequência de restrição e de afastamento de si próprio, da sua essência. Esquece rapidamente que a vida é abundante, desconecta-se da energia do Amor e começa a entrar em contato com a frequência do medo. Deixa de ouvir a sua Alma e ouve cada vez mais o seu ego, que o distrai do seu plano.

Se o espirito se conseguir conectar com a sua Alma, quando Eu Inferior e Eu Superior se fundem dá-se uma explosão de energia.

O Eu Superior conhece bem toda a nossa história evolutiva, conhece o passado, o presente e o futuro.

Aprendendo e treinando esta conexão conseguimos obter as respostas que necessitamos para nos orientarmos na caminhada terrena, para realizarmos as nossas escolhas e vibrarmos na luz que somos.

Nesta sessão será feita uma meditação guiada, onde cada um poderá entrar em conexão com o seu Eu Superior. Vivenciando os passos para “lá chegar” a pessoa ficará apta a fazer esta conexão de forma autónoma e receber as orientações da sua Alma.

Meditação do Eu Superior

Nestes encontros mensais vamos ao encontro da nossa essência através do xamanismo. Ao som do tambor e outros instrumentos terra, fazemos viagens xamânicas, atividades vivenciais e limpezas com ervas e incensos. Cada sessão é conduzida de forma intuitiva, sentindo o campo energético do grupo e da envolvente. É uma forma de chegarmos à versão mais simples e pura de nós próprios e de despertar o Xamã que existe em nós.

Meditação Xamânica

O Ritual do Útero foi trazido para o mundo por Marcela Lobos, com a autorização das mulheres da tribo Shipibo da Amazónia Peruana, denominadas mulheres livres.

Este Ritual permite libertar os medos, dores, memórias, emoções e padrões negativos que o útero carrega, os da própria mulher e os da sua linhagem ancestral feminina. Ele permite curar e despertar para a sua verdadeira essência, o Sagrado Feminino que existe em cada mulher.

Pode ser feito a todas as mulheres, de qualquer idade, quer sejam menstruadas ou não e mesmo para as que não tenham útero. O Ritual é feito numa cerimónia muito simples e de uma forma muito intuitiva, com intenção de puro amor, pela Guardiã do Útero (Womb Keeper), através da imposição de mãos no ventre de cada mulher.

Todas as mulheres que recebem este ritual tornam-se Guardiãs do Útero e podem passar este Ritual a outras mulheres.

Ritual do Útero

O Ritual de Celebração da Menarca, é a celebração da primeira menstruação da mulher. A mulher possui dentro do seu útero todos os ciclos da Lua, o poder da morte e do renascimento. Nas tradições indígenas a menstruação (Tempo da Lua) era considerada sagrada, durante este tempo a mulher é honrada como Mãe da Energia Criativa. Nesta fase da menstruação, a mulher libertava-se das suas energias antigas que carregou até aquele momento e preparava-se para a religação com a fertilidade da qual era portadora durante a próxima Lua. Era uma fase de recolhimento, onde se afastavam das tarefas habituais e onde com outras mulheres partilhavam os seus sonhos, visões, experiências e talentos. Desta forma restabelecia-se a harmonia da energia feminina e o reforço dos seus laços fraternais.

Neste Ritual é feita uma celebração e uma honra a este ciclo da mulher, pois é o ciclo que permite a vida, é o ciclo da fertilidade e da abundância. É um rito onde cada mulher entra em conexão com o seu útero aprendendo a libertar velhas energias que carrega consigo, onde a sua Deusa renasce plena dos seus poderes femininos e plena de energia criadora e criativa.

Ritual da Celebração da Menarca
 
 
 

Onde estou...

Poderá contactar-me aqui....
Maria João Angélico
Mob: (+351) 918305858
e-mail: mariajoaoangelico@gmail.com
  • Facebook Social Icon
Estou nos seguintes espaços...
Distrito do Porto
Viseu
 

O que Faço...